Autor Comenta o Fim da Elogiada Revista do Homem-Animal

Nessa atual nova fase de abandono do UATAFÓKIN  e devido aos incessantes convites para bebedeiras tradicionais no fim de ano, acabei deixando passar uma importante notícia divulgada na semana passada.

image

Jeff Lemire o escritor de Homem-Animal, uma dos melhores títulos dos Novos 52, anunciou que a edição nº 29 que sai em março de 2014 será a última.

Mas antes de soltar aquele velho grito de : “PORRA DC!” Vamos saber mais do próprio Lemire sobre o fim desse elogiado trabalho.

Em uma longa entrevista dado ao CBR  e em sua conta no Twitter o autor deixou claro que parte da decisão pelo fim da revista não foi por conta de baixas vendas ou algum tipo de intervenção do editorial. A decisão pelo fim da série partiu do próprio Lemire, pois ele entendeu que já concluiu a história que queria contar sobre Buddy Baker e sua família.

Família Baker no traço cartunesco de Lemire

Família Baker no traço cartunesco de Lemire

O que não significa que o autor vá se afastar do personagem, pois o Homem-Animal será um dos personagens a fazer parte da Liga da Justiça do Canadá série que será escrita por Lemire. Sóque no super-grupo outros aspectos do herói serão explorado, deixando de fora a abordagem inicial focada na vida da família Baker.

Apesar de não entregar o fim, ao ser perguntado se poderíamos esperar um final feliz para o personagem Lemire disse que podemos esperar um final ” agridoce” que foi o tom que marcou toda sua passagem pela série:

Sempre que algo bom acontecer, o horror e a tristeza vão estar ali à espreita.

image

Fiquei bem chateado pelo fim do título, porém esse é o tipo de encerramento que as boas histórias inevitavelmente vão encontrar um dia. Talvez manter um título autoral nas bancas quando a principal mente por trás dele já não se sente motivado a levá-lo adiante seja até pior que um fim prematuro.

Eu não costumava pensar assim, nunca queria ver o fim daquela revista/série de tv/ franquia de cinema que eu gostava por mais que ela parecesse não ser mais a mesma coisa, por mais que ela parecesse já não ter o mesmo brilho.

Mas esse ano reli algumas coisas antigasfinalizadas ( uma delas as sensacionais 27 edições do Homem-Animal de Grant Morrison) além de ter pego o vício pelo blue meth de Breaking Bad e estas experiências me fizeram mudar de opinião.

image

Parece que em alguns casos o fato da viagem chegar ao seu fim a torna mais memorável do que incessantes volta ao mundo.

Anúncios
Deixe um comentário

Deixe um comentário abalizado

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

culturainutiloblog.wordpress.com/

Antes do Cultura se tornar um site, estávamos neste blog. Nos encontre em www.siteculturainutil.com.br!

Who Cares Podcast

o podcast que te acompanha por todos os episódios de Doctor Who

novomdm.wordpress.com/

Podcast, HQ, Cinema, Games e Peitinhos

Ciclos, Letras e Quintais...

Por Ana Célia Cruz e Flávio Urra

Sphera Geek

Beta 2.0

Cult para não cults

Desaculturando

postelaria

Textos fresquinhos, mas sem frescura. Rio de Janeiro, Brasil.

Sobre Comédia . com

Um site sobre a comédia

blogdamoato

coletivo de blogueiros

Estroina

Questões filosóficas desnecessárias

GetGlue Brasil

A primeira fonte sobre o GetGlue do Brasil!

howl for love.

post-punk soul from chicago

DANIEL HDR

D r a w i n g b o a r d C h r o n i c l e s

%d blogueiros gostam disto: