Xbox One Sai na Frente do PS-4 – E Foda-se a Sua Opinião!

Sou sonysta de carteirinha e acabei vendendo meu 360 pra arriscar na compra de um Xbox One já que o PS4 original tava mais caro que aquela virge que é zuadinha e não dá pra ninguém…

xbox-one

Enfim, parece contraditório, mas aos detratores confesso que ainda tô com meu PS3 tijolão! Tá firme e forte! E acho que esse é mágico porque comprei usado do emersonpatrao. Bixim ainda tá aqui na labuta. Já fui heavy user e ele não arregou! Ainda… Comprei usado quando o slim foi lançado e já passou da expectativa de vida. Coitado…

O 360 comprei quando meu filho estava com  por volta de 3 anos pois ver ele jogando boliche e boxe no Kinect na casa de amigos me ganhou.

Claro que tudo isso é o que eu conto pra dona briguenta, pra justificar a compra. Por mim, penhorava as jóias da coroa pra comprar um Wii-U também. E um DS, e um PSP… E um Atari, pra jogar X-men online com o valtercarvalho.

Mas… Como sou Ricaahhhh!

Fiquei no Xone!

E confesso que tô gostando do que vejo jogo joguei.

De fato, achei que fazia um negocião e empatei meu 360 com alguns jogos no empenho de um Xone “de fábrica”. Pelado mesmo, um controle, sem jogos e um head-set que já bateu no que a Sony entrega, pelo menos.

Peguei a primeira versão, contrariando as dicas do leite79: “- Primeitra versão é foda!”

Mas… já que tô aqui na piscina gelada, vambora!

Pensei em começar com Ryse, mas não me convenci:

 

.

Aí que veio o Titanfall e não pude resisitir! Comprei com a maior expectativa e descobri que não é essa coca-cola toda…

Nada ruim, vou me divertir a beça com o jogo, mas não achei nada inovador como pintaram por aí. Erro fatal pra mim: falta um modo fase pra gente poder jogar sem ficar saltando e tomando tiro da galera viciada no jogo. Até que dá pra não se fuder tanto quando nos call of dutty da vida, mas mesmo assim, é entrar na fase e sair correndo como um retardado. O Titan que você pode usar morre que é uma beleza. Eu, particularmente passei a maior parte do jogo numa versão high-tech de um Call of Dutty. Entrar e usar o Titan claramente não é o foco do jogo.

.

Repito, não é ruim! Mas não comprei um console pra ter uma versão  tunada de WOW  beijo do gordo.

E aí, ontem tinha promoção do Tomb Raider por 99 pilas na Live. Acabei comprando porque era um jogo que quase comprei pro PS3 (Sou Sonysta, até prova em contrário!).

Realmente, o jogo é o que a galera vem comentando: Muito bom pra um Tomb Raider! (Entendam como quiser)

Agora o que realmente achei interessante são as inovações do Kinect usadas em um jogo de fase comum.

Até o 360, os jogos eram com Kinect ou sem Kinect. Poucos tinham uma integração que não se limitasse a um movimento aqui ou outro alí. Agora parece que que a coisa mudou! O jogo pode usar ou não o Kinect, conforme a funcionalidade que a ferramenta tem.

No caso do Tomb Raider, tem uma frescurinha lá sobre o movimento do corpo do jogador pra mexer na rotação da câmera, que não ajudou em nada e acho que foi só pra mostrar o que pode vir por aí.

Agora… o que achei legal mesmo foi na questão dos comandos de voz!

.

Neste jogo, uma das funcionalidades de voz é comandar a troca de armas. E funciona bem bacarai!! Tão bem a ponto de ser melhor mandar o peituda trocar de arma do que usar os comandos do controle.

Quem gosta de um jogo de tiro conhece aquele momento onde você tá equipado com uma arma bosta com muita munição (pra economizar as balas de uma arma foda) e daí vem aquela situação onde tem que correr, desviar e ainda assim o inimigo corre na sua direção. Com toda sua destreza, você se sente assim:

Na nova  funcionalidade, você simplesmente diz “ESCOPETA” e a Angelina troca a arma enquanto tudo isso tá rolando! Achei sensacional!
E o mais legal é que é muito fluído, você passa a depender da funcionalidade pro jogo ficar dinâmico.

Dá pra notar que a sensibilidade do microfone é bem alta, a ponto de Deus quase baixar na minha sala por conta do pastor gritando na igreja que tem perto da minha sala. Neste sentido, não sei exatamente como funcionaria pra jogar com meu filho na sala, por exemplo. Também não testei ainda se haverá diferença de captação com o headset.

O que eu sei é que a aplicação de funcionalidades deste tipo em jogos “de fase” pode ser muito interessante, mudando completamente a jogabilidade do sistema.
E nem digo que a Microsoft deva colocar no meio do jogo uma fase onde a Lara Croft tem que dançar rumba e você tem que sair rebolando pela sala, mas imagino um jogo da franquia “Star Wars” onde poderíamos dar uma série de comandos de voz pra uma nave, por exemplo. Inclua a isso movimentos simples com a mão ou outras coisas do tipo. Parece promissor!

Até então, Kinect pra mim era pra diversão em turma, pra galera passar vergonha jogando Maikon Jaquisso. Agora parece que vai dar pra se divertir com muitas funcionalidades do sistema sem precisar tirar a bunda do sofá

 

Minha alma gooooorrrrrda agradece!!

Anúncios
Deixe um comentário

Deixe um comentário abalizado

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

culturainutiloblog.wordpress.com/

Antes do Cultura se tornar um site, estávamos neste blog. Nos encontre em www.siteculturainutil.com.br!

Who Cares Podcast

o podcast que te acompanha por todos os episódios de Doctor Who

novomdm.wordpress.com/

Podcast, HQ, Cinema, Games e Peitinhos

Ciclos, Letras e Quintais...

Por Ana Célia Cruz e Flávio Urra

Sphera Geek

Beta 2.0

Cult para não cults

Desaculturando

postelaria

Textos fresquinhos, mas sem frescura. Rio de Janeiro, Brasil.

Sobre Comédia . com

Um site sobre a comédia

blogdamoato

coletivo de blogueiros

Estroina

Questões filosóficas desnecessárias

GetGlue Brasil

A primeira fonte sobre o GetGlue do Brasil!

howl for love.

post-punk soul from chicago

DANIEL HDR

D r a w i n g b o a r d C h r o n i c l e s

%d blogueiros gostam disto: