Leitura de Trem : Action Comics Especial

Hora daquele grande evento que todos aguardam: o post anual do UATAFOKIN só para eu auto- justificar  o pagamento dos boletos anuais do blog.
Nos tempos atuais está  difícil arrumar inspiração para escrever sobre qualquer coisa mesmo que só uma vez por ano.
Sorte que ainda há algum refúgio nas obras de ficção que  conseguem nos motivar e inspirar.


É o caso da recém lançada  Action Comics Especial que traz para o nosso BRAZA a milésima edição do título publicada ano passado nos EUA.

Para comemorar a incrível marca a DC Comics reuniu, além dos escritores e artistas regulares dos título até então, autores e desenhistas emblemáticos que passaram pelo Superman e estrelas da indústria dos quadrinhos. Também é nessa edição que é dado o  pontapé inicial a fase do ex-pica das galáxias da Marvel Brian Michael Bendis nos títulos do Azulão.

Os figurões Geoff Johns , Richard Donner, Olivier Coipel,  Scott Snyder, Rafael Albuquerque, Tom King, Clay Mann, Louise Simonson, Jerry Ordway, Paul Dini, José Luis García-López, Brad Meltzer, John Cassaday, fazem bem seus papéis tanto no argumento quanto na arte em histórias curtas que vão de espertas referências   origem do Superman em Action Comics número 1 de Jerry Siegel e Joe Shuster (também reprisada nessa edição), passando pela relação do herói com Metrópolis, com seu elenco de coadjuvantes, seu arqui inimigo Lex Luthor e nos mostrando um vislumbre do futuro do personagem.

Só que quem brilha de verdade nessa edição comemorativa são  Dan Jurgens, Peter J. Tomasi e Patrick Gleason que vinham tomando conta respectivamente de Action Comics e Superman os títulos regulares do personagem  durante a ótima fase do Renascimento. Aqui além de fazerem uma  uma bela homenagem à  toda mitologia do herói  ele mantêm-se fiéis ao que construíram em suas passagens pelas revistas e  encerram com chave de ouro seus ciclos com o personagem.

Decepciona um pouco as histórias desenhada por aquele que talvez seja o mais emblemático artista do Superman: a  lenda Curt Swan. Bem compreensível   porque tiveram que fazer um mini-Frankestein para incluí-la na edição. O veterano Marv Wolfman providenciou um roteiro para aproveitar um material inédito e não finalizado de Swan e para fecha-lá tiveram que pegar uma página final de outra história. Mas ok, pela  importância histórica Curt Swan não poderia ficar de fora dessa edição.

Já a estréia de Bendis no personagem sob a arte de Jim Lee é beeeemmmm qualquer nota.  Não que seja ruim, mas por ser só uma espécie de teaser do que o autor vai  fazer no título em sua gestão. Talvez tenha nessa minha impressão um certo RANÇO, porque pelas críticas de quem já leu o que foi publicado lá fora Bendis leva o título para uma direção totalmente contrária ao que foi feito por Jurgens e Tomasi no Renascimento , fases essas que eu curti bastante. Bom, aguardemos  sair por aqui para falar mal com propriedade…

Essas duas leves derrapadas não estragam o resultado final de Action Comics Especial . Me lembrou um pouco e guardadas (MUITO BEM GUARDADAS)  as devidas proporções  histórias do Superman escritas pelo  Alan Moore  antes da reformulação  sofrida Crises nas Infinitas Terras.  É m belo tributo digno da marca e principalmente de tudo que o Superman representa para os quadrinhos e para a nossa sociedade.

Nota :

800/1000 Capas Variantes Fodas Não Publicadas Aqui No Brasil

(mas elas estão lá de Extras no final da edição, então tudo bem)

 

Deixe um comentário abalizado

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s