Leitura de Trem: Shade, O Homem-Mutável DC/Metal-Pesado-2

(AVISO: ALTO INDÍCE DE GARDENAL NO ZÓIO PARA TOTAL COMPREENSÃO DO TEXTO ABAIXO)

Shade, O Homem-Mutável é um personagem criado na década de 70 por  Steve Ditko,  o co-criador do Homem Aranha, que chegou a fazer parte da formação do time de renegados do Esquadrão Suicidana década de 80 e hoje, após o reboot da DC, faz parte da Liga Da Justiça Dark.

Mas o que colocou Shade na história da nona arte foi o fato do personagem ter sido um dos primeiros pdo universo regular da DC Comics a ser catapultado para então o recém-lançado selo adulto Vertigo, junto com o Homem-Animal, Monstro do Pântano e Patrulha do Destino. Sempre ouvi boas críticas desse material, mas nunca tinha lido nada dele até trombar com a edição número 2 da extinta revista DC Metal-Pesado, no já épico 5º Mercado das Pulgas, edição esta que tinha o primeiro arco da série com o argumento de Peter Milligan e arte do então iniciante Chris Bachalo.

Tenho a mania besta de quando acumula muita coisa para ler deixo os que considero melhor por último, e dentre as revistas que comprei por lá acabei colocando  Shade no topo da pilha de leitura por achar inferior às minhas outras aquisições do evento.

Cara, eu não podia estar mais errado…

Visualmente Shade é impactante, devem ter utilizado tinta misturada com LSD na colorização! Tudo é muito colorido, muito psicodélico e sombrio ao mesmo tempo. O traço do Bachalo ainda não é aquele mais cartunesco que ele acabou adotando no seus trabalhos posteriores, mas mesmo assim ele ousa bastante aproveitando o surrealismo do texto.

E o texto é coisa de louco, Petter Milligan deve ter fumado a tinta com o LSD usada na colorização de tão bom que ele é! O plot principal é que Shade um agente do planeta Meta é enviado à Terra para controlar a “Zona de Loucura”,que fica entre os dois planetas (ou dimensões, sei lá) saia do controle. Ele usa um traje que, entre outras coisas, lhe permite mudar de forma, daí o mutável do título. Quer dizer, na verdade ele não muda só de forma ou aparência, ele acaba é se tornando a coisa/pessoa em que ele se transforma e ainda projeta as transformações em outras pessoas.

Entendeu? Não, pois é! E nesse primeiro arco ele ainda  mistura toda a estória  com a obsessão americana pelo assassinato de John Kennedy.

Não dá muito para explicar,  tem que ler e reler para pegar todas as referências à literatura, história e políticas espalhadas por lá.

Também não  é uma leitura fácil, mas vale muito  pena dar uma pirada de crânio e encara-lá de mente aberta.

Ou usar psicotrópicos, você escolhe.

 NOTA ESTILO SÉRGIO MALLANDRO NO PRÊMIO MULTISHOW DE HUMOR:

Vai Levar  8 Iéé-Iéé, 8 Glu-Glus e 8 Salci-Fufus!

(De 10 Iéé-Iéé, 10 Glu-Glus e 10 Salci-Fufus disponíveis)

E 0 Glu-Glus para mim, que vi um encadernado americano de Shade por lá também e deixei de comprar…

Uma resposta em “Leitura de Trem: Shade, O Homem-Mutável DC/Metal-Pesado-2

  1. Pingback: Leitura de Trem: Homem-Animal: Nascido para Ser Selvagem | Uatafókin is This!!!

Deixe um comentário abalizado

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s