Leitura de Trem: Retalhos

No texto sobre Transmetropolitan havia comentado que comprei Retalhos após um link que o @fabiotec me passou que a colocava em primeiro lugar em uma lista dos cincos melhores  quadrinhos dramáticos lançados nos anos 2000.

Eu sou o tipo de doente que quando vejo nesse tipo de lista algo no topo que eu nunca ouvi falar corro para comprar, nem que seja para ter a leitura da obra no currículo.

blankets_lead_jpg_627x325_crop_upscale_q85

(Estou achando que o distinto colega de blog fica me mandando essas coisas só para pegar emprestado depois…)

Retalhos (Blankets no original) de Craig Thompson foi lançado em 2003 é é considerado uma daquelas obras que extrapolam “o gueto” que os quadrinhos até hoje são enquadrados e passam a ser considerados literatura de primeiro nível. A lista citada na abertura do post é do blog Contraversão, e relendo o artigo para esse review acabei vendo que ele não é um ranking das cinco melhores série, ele apenas lista cinco obras que estão entre as melhores publicadas na década passada. Portanto Retalhos é “uma das…”, não “a melhor das ” .

retalhos

meu analfabetismo minha interpretação errada acabou causando um problema; jogar a  expectativa sobre a obra lá no alto fazendo que durante a leitura, pelo menos até a metade, eu ainda estivesse procurando o quê de tão especial tinha na série para ela ser considerada a melhor de toDAS_ tODAS_ TODAS.

Não me entendam mal! Retalhos é excelente, uma auto-biografia corajosa do autor, mostrando com muita crueza sua criação em um ambiente religiosos opressivo, o relacionamento com o irmão mais novo e  a descoberta daquela necessidade de encontrar uma pessoa e querer ficar com ela a vida toda. Tudo isso sempre permeado com o sentimento que todos temos uma vez na vida, de que não pertencemos a determinado lugar e que está tudo errado. Mesmo assim até a metade da leitura, ainda não me sentia conectado à história.

tumblr_l6gi7gCAGu1qcmgujo1_500

Foi só a partir da segunda metade, quando o protagonista começa a mostrar um maior amadurecimento, que a obra me prendeu  a atenção e realmente pude ver a razão de todos elogios e prêmios que a série ganhou. Há algumas passagens de um lirismo e beleza impressionantes, imagens que nenhuma outra mídia além dos quadrinhos poderia exibir. Há uma página, que funciona como uma espécie de alegoria para mostrar o fim  de relacionamento que é genial, e assim o é porque está em um “gibi”,  só ali seria possível o autor passar a idéia daquele jeito.

blankets4

Ia até procurar essa passagem e colocar aqui, mas é mais fácil você clicar aqui e comprar Retalhos com um bom desconto pois  considero leitura obrigatória para quem gosta de ler, independente de ser fã de quadrinhos ou não. E não se deixe intimidar pelo números de páginas, elas vão acabar  muito mais rápido do que você gostaria.

Nota: 8,5  galões de tinta branca.

De 10 galões de tinta branca disponíveis.

Anúncios

Uma consideração sobre “Leitura de Trem: Retalhos”

Deixe um comentário abalizado

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s