“Xingue” Muito no Twitter: Edição 2017 do FIQ Pode Não Acontecer!

Quem acompanha se é que alguém ainda acompanha o UATAFÓKIN já conhece o  Festival Internacional de Quadrinhos através de nossas visitas nas duas últimas edições transcritas aqui em textos que exalam cerveja e torresmo.

Eu vinha acompanhando as notícias sobre a edição desse ano para programar minha minha viagem para BH quanto as datas, quando na semana passada um  boato que vinha rolando desde o começo do ano se mostrou bem concreto: O FIQ 2017 corre sérios riscos de não acontecer.

Continuar lendo “Xingue” Muito no Twitter: Edição 2017 do FIQ Pode Não Acontecer!

Leitura de Trem: As Mais Belas Fábulas: Em Toda a Terra

Encerrando mais um bom trabalho de publicação de um título por completo da Vertigo aqui no Brasil, a Panini publicou  no ano passado o último encadernados da consagrada série  Fábulas de Bill Willingham.

fairest-in-all-the-land-featured

Para sorte* daqueles que como eu já sentem saudades da série ainda resta algum material do spinoff “As Mais belas Fábulas” a ser publicado por aqui: o último encadernado Clamor ou Glamour (que sai em fevereiro segundo a Panini, ou seja deve sair em abril) e o recém lançado e alvo dessa análise a graphic novel “Em toda Terra” .

Continuar lendo Leitura de Trem: As Mais Belas Fábulas: Em Toda a Terra

Um Conto de UATÁFOKIN: Trinta- Parte II

Conforme o prometido segue a segunda parte dessa minha  incursão literária (risos-mil) motivada por um projeto* de um  livro de contos colaborativo que subiu no telhado.

avere-trentanni-470x260

Se perdeu a primeira parte, clique aqui


Atônito segui ouvindo o engravatado grisalho que continuou me dizendo que que devido ao caos subsequente às noitadas era difícil para a ACDS localizar as mulheres que dormiram com o Capitão e seus possíveis descendentes. Por isso eles mantinham há quarenta anos uma divisão trabalhando nessas buscas, sempre usando o mesmo modus operandi: após pesquisar e identificar o potencial alvo, o encurralar e disparar uma arma desenvolvida para ativar o gene superpoderoso no indivíduo, ou como descobri depois, incinerá-lo até a morte. Isso vitimou muitos dos meus meios-irmãos identificados.

Continuar lendo Um Conto de UATÁFOKIN: Trinta- Parte II

%d blogueiros gostam disto: