CINEFÓKIN : Apenas Deus Perdoa

Mesmo sabendo da péssima recepção da crítica e público de “Apenas Deus Perdoa” decidi assistir quando o encontrei passando em um canal aí.

"De tirar o folêgo""Brilhante" ? Brincalhão que escreveu isso!

“De tirar o folêgo””Brilhante” ? Brincalhão quem escreveu isso!

Afinal era um filme do diretor Nicolas Winding Refn estrelado pelo ator Ryan Gosling com a repetição da parceria que resultou em um dos meus filmes recentes favoritos “Drive”.

Não era possível ser tão ruim assim.E realmente não é. É MUITO PIOR!

Continuar lendo

Imagens UATAFÓKIN da Semana: Filmes da Marvel Encontram Clássicos do Cinema

Por mais que eu goste de filmes de super-heróis, ao assiti-lo me contento em ter umas horinhas de diversão que não ofendam (demais) minha parca inteligentsia.

Mas vira e mexe eu me pergunto: Será que um grande diretor, com total liberdade criativa conseguiria emplacar um filme do gênero no seleto hall dos grandes filmes?

Como não tinha a resposta para essa pergunta e desapontado com o último filme do Wolverine professor de arte  Zach Roper decidiu imaginar seus filmes favoritos, estrelados por personagens do universo Marvel:

tarantino_wolvie_finaljpeg_small-625x884-1

 

kubrick-xmen-final300dpi_SMALL-625x441-1

 

drive-punisher_small

Via Robot 6

 

Diretor de Drive Desligando os Motores

Drive foi um dos filmes mais legais que assisti nesses últimos anos até me motivou estas mal-tratadas linhas  que escrevi sobre ele no finado Leite Azedo.

O filme foi baseado no livro do mesmo nome do escritor de James Sallis que acaba de escrever uma seqüência dele entitulado Driven (pois é, o cara não é lá muito original em criar títulos) e o pessoal do The Playlist foi correndo perguntar ao diretor do primeiro filme Nicolas Winding Refn se ele tinha o interesse em adaptar essa continuação para o cinema. Em resposta ele tascou:

Continuar lendo